Redução da dispneia relacionado ao uso da solução de bicarbonato de sódio em indígenas infectados

Atualizado: 28 de dez. de 2021

Redução da dispnéia relacionado ao uso da solução de bicarbonato de sódio em indígenas infectados com SARS-CoV-2 no estado do Acre, Amazônia Brasileira.


RESUMO

INTRODUÇÃO: Em 17 de março de 2020, o estado do Acre registrou os três primeiros casos confirmados na capital Rio Branco, sendo decretado o lockdown (20 de março) como medida para evitar a disseminação do SARS-CoV-2 em municípios e aldeias indígenas. Os 3 primeiros casos notificados no alto rio Juruá no dia 4 de abril, mobilizaram toda a equipe do DSEI para o enfrentamento do COVID-19.


METODOLOGIA: Dentre os sintomas que mais levam o paciente a deixar a aldeia e procurar atendimento médico em hospitais de campanha está o desconforto respiratório ou dispneia. Relatamos aqui a redução da dispneia pelo uso de nebulização com solução de bicarbonato de sódio a 3% (NaHCO3 3%), em pacientes indígenas no Estado do Acre, Amazônia Ocidental. Por conveniência, foram selecionados 20 pacientes indígenas, positivos para SARS-CoV-2, que apresentavam a dispneia, casos moderados, independentemente do sexo e idade, foram analisados. Esses pacientes foram divididos em dois grupos, um tratado com a solução e o outro controle não tratado.


RESULTADOS:

O grupo de tratamento nebulizou com 10ml de solução de NaHCO3 a 3% por 20 minutos, a cada 6h, por 7 dias consecutivos. A saturação periférica de oxigênio (SpO2%) foi medida por oxímetro de pulso, antes e após cada nebulização. Para a análise dos dados paramétricos, utilizou o teste de comparação com a média entre os grupos e o teste t pareado para comparar as médias dos dependentes. Para dados não paramétricos, o teste dos postos sinalizados de Wilcoxon foi usado a um nível de significância de 0,05. Verificou-se que os dez participantes do grupo tratado com a solução relataram melhora da dispneia e aumento da SpO2% nos dias 2, 3 e 4, após nebulizações com a solução.


CONCLUSÃO: Espera-se, com estes resultados, ampliar o estudo para um número maior de participantes, em diferentes condições clínicas e comorbidades, grupos etários, indígenas e não indígenas.


Palavras-chave: COVID-19, Nebulização, NAHCO3, Dispneia, Saturação, Indígenas, Amazônia.


Download do artigo na íntegra

Redução da Dispineia
.pdf
Download PDF • 440KB

Artigo publicado originalmente em BJD:

https://brazilianjournals.com/ojs/index.php/BRJD/article/view/40558/pdf

15 visualizações0 comentário